Você realmente quer sair do site amgen.com.br para um link externo ?

Você agora está deixando o Portal Corporativo da Amgen Brasil. Os links para todos os sites externos são fornecidos como um recurso para os nossos visitantes. Nós recomendamos que você consulte o seu médico para obter informações sobre qualquer medicamento da Amgen.

Você realmente quer sair do site link externo amgen.com.br para um?

Você agora está deixando o Portal Corporativo da Amgen Brasil. Os links para todos os sites externos são fornecidos como um recurso para os nossos visitantes. Nós recomendamos que você consulte o seu médico para obter informações sobre qualquer medicamento da Amgen.

AMGEN LANÇA MEDICAMENTO INÉDITO PARA CÂNCER DE PULMÃO NÃO PEQUENAS CÉLULAS

Molécula sotorasibe é a primeira destinada a casos de mutação no gene KRAS G12C, até hoje sem tratamento específico


Um novo tratamento para câncer de pulmão não pequenas células acaba de chegar ao mercado brasileiro4 , destinado a pacientes com mutação no gene KRAS G12C, anteriormente sem tratamento específico para a doença. A molécula sotorasibe, desenvolvida pela Amgen, é a primeira a ter como alvo essa mutação, presente em aproximadamente 13% dos pacientes com esse tumor1 . 

“É uma enorme e muito importante inovação. Até então, esses pacientes estavam desassistidos”, ressalta o Dr. Alejandro Arancibia, diretor médico da Amgen Brasil. O novo tratamento surge após mais de 40 anos de pesquisas em oncologia, com ampla atuação de diversos centros de pesquisas espalhados pelos cinco continentes1 . 

No Brasil, o câncer de pulmão é o segundo mais comum em homens e mulheres (sem contar câncer de pele não melanoma), com mais de 30 mil novos casos por ano e 29 mil mortes, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Tabagismo é a principal causa, mas também existem outros fatores, como poluição do ar, infecções pulmonares de repetição, DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), fatores genéticos e histórico familiar2 . 

O diagnóstico precoce ainda representa um grande desafio, pois a maioria dos pacientes só apresenta sinais e sintomas em fases mais avançadas da doença. Recomenda-se atenção e que seja feita uma investigação médica quando há tosse e rouquidão persistentes, sangramento pelas vias respiratórias, dor no peito, dificuldade para respirar, fraqueza e perda de peso sem causa aparente2 . 

Eficácia do tratamento

Em estudo recente, denominado CodeBreaK 100, a molécula sotorasibe foi avaliada no tratamento de 124 pacientes com câncer de pulmão não pequenas células. Em mais de 80% dos casos houve controle da doença1 . 

Realizado globalmente, inclusive no Brasil, o estudo clínico de fase II mostrou sobrevida livre de progressão de 6,8 meses. Foram acompanhados pacientes em estágio avançado por mais de um ano. O tempo mediano para resposta ao tratamento foi de 1,4 mês, ou seja, a maioria dos pacientes teve redução confirmada logo no primeiro exame de avaliação1 .  

Por conta dos avanços inovadores e sua relevância expressiva à medicina, o tratamento recebeu caráter prioritário de análise pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que resultou em sua aprovação. 

Sobre a Amgen

A Amgen está comprometida em liberar o potencial da biologia para pacientes que sofrem com doenças graves ao descobrir, desenvolver e produzir medicamentosinovadores. Esta abordagem começa ao utilizar ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender os fundamentos da biologia humana. A Amgen se concentra em áreas de necessidade médica não atendidas, potencializado a sua experiência na fabricação de produtos biológicos para buscar soluções que melhorem a saúde e a vida das pessoas. Fundada nos Estados Unidos em 1980, a Amgen tornou-se a maior empresa de biotecnologia no mundo, com milhões de pacientes atendidos e com um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário em desenvolvimento. A empresa está em constante expansão, oferecendo um portfólio robusto nas áreas de oncologia, hematologia, doenças ósseas, doenças cardiovasculares e nefrologia. 

Referências: 

1) Skoulidis F; Li B; Govindan R; Dy G et al. Journal Of Clinical Oncology. 2021. Disponível em: https://ascopubs.org/doi/abs/10.1200/JCO.2021.39.15_suppl.9003. Acesso em 03/03/2022”. 

2) “Instituto Nacional do Câncer (INCA). Câncer de pulmão. Disponível em https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-pulmao. Acessado: 08/12/2021”. 

3) Hong DS, et al. N Engl J Med. 2020;383:1207-1217 

4) “Diário Oficial da União (DOU). Resolução-RE no 627, de 24de fevereiro de 2022. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-re-n-627-de-24-de-fevereiro-de-2022-383105137. Acesso em 03/03/2022”. 

5) “Bula Lumakras. Disponível em: https://www.amgen.com.br/products/about. Acesso em 07/03/2022”. 


Código de Aprovação: SC-BRA-AMG 510-00076 

Aprovado em janeiro de 2022. 

Disclaimer: Material informativo destinado à imprensa.


Informações à imprensa 

Tino Comunicação

Bruno Folli | bruno@tinocomunicacao.com.br | (11) 9-6973-3763 

Regiane Monteiro | regiane@tinocomunicacao.com.br