Você realmente quer sair do site amgen.com.br para um link externo ?

Você agora está deixando o Portal Corporativo da Amgen Brasil. Os links para todos os sites externos são fornecidos como um recurso para os nossos visitantes. Nós recomendamos que você consulte o seu médico para obter informações sobre qualquer medicamento da Amgen.

Você realmente quer sair do site link externo amgen.com.br para um?

Você agora está deixando o Portal Corporativo da Amgen Brasil. Os links para todos os sites externos são fornecidos como um recurso para os nossos visitantes. Nós recomendamos que você consulte o seu médico para obter informações sobre qualquer medicamento da Amgen.

Amgen entra no mercado de biossimilares com o lançamento de KANJINTI™ para câncer de mama e outros tumores

Cholesterol Confusion

Molécula é o único biossimilar do mercado brasileiro que foi submetido a estudos de transição

São Paulo, 31 de Outubro – A Amgen, uma das empresas líderes em biotecnologia no mundo, lança no mercado brasileiro seu primeiro biossimilar para o tratamento de câncer. O KANJINTI™1,2(trastuzumabe) foi aprovado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) após passar por testes que comprovaram sua biossimilaridade ao Herceptin®3.

A terapia-alvo é indicada para pacientes com a mutação HE2-positivo e que estão em tratamento para o câncer de mama inicial, metastático e o câncer gástrico avançado. “A chegada do KANJINTI™ ao mercado brasileiro é um marco para a Amgen, que visa tornar acessíveis terapias biológicas de alto custo para pacientes com doenças graves, complementando nosso portfólio de terapias oncológicas e ampliando as opções de tratamentos no País”, destaca a diretora médica da Amgen no Brasil, Tatiana Castello Branco.

KANJINTI™ é o único biossimilar do mercado brasileiro que passou por estudo clínico fase III no qual ocorreu a transição do medicamento referência para o biossimilar com manutenção dos resultados clínicos. Os dados atestam que o novo medicamento não possui diferenças clínicas relevantes em relação à droga de referência, demonstrando ter segurança e imunogenicidade correspondente em pacientes que já utilizavam a molécula originadora.

O câncer de mama HER2+ é um tipo de tumor mais agressivo, que tem incidência em mulheres mais jovens e representa cerca de 20% dos casos - o excesso da proteína HER2 nas células cancerígenas tende a fazer com que o câncer avance e envolva outros órgãos. O trastuzumabe é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos medicamentos essenciais para combater o câncer de mama e mudou a maneira como a doença é tratada em diversos países. Esse medicamento começou a ser oferecido no SUS em 20124 , mas, até então, apenas para tratar pacientes com câncer de mama nos estágios inicial e localmente avançado. Em 2017, o medicamento foi incorporado para tratamento do câncer de mama HER-2 positivo metastático em primeira linha de tratamento, conforme Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde5.

Biossimilares e o câncer de mama metastático

O câncer de mama é o mais incidente dos cânceres nas mulheres brasileiras: no país estima-se 59.700 casos novos de câncer de mama para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres6.

Ainda que o Ministério da Saúde tenha estratégias de detecção precoce e ações de rastreio, como incentivo à mamografia a cada dois anos para as mulheres entre 50 e 69 anos7, auditoria operacional do TCU (Tribunal de Contas da União) identifica que o diagnóstico de câncer no Brasil é feito de maneira tardia, com a doença já em estágio avançado, o que diminui as chances de cura.8A atual detecção tardia exige a disponibilização de tratamentos de ponta, como a terapia-alvo, e a chegada dos biossimilares representa uma oportunidade real de acesso dos pacientes brasileiros à essas tecnologias.

“A terapia-alvo direcionada age na mutação do tumor e aumenta as chances de resposta positiva ao tratamento, oferecendo um benefício real aos pacientes e ampliando as opções terapêuticas, embora existam entraves relacionados ao alto custo dessas drogas. A chegada dos biossimilares nesse cenário representa uma grande conquista para médicos e pacientes, já que oferecem os mesmos índices de eficácia e segurança com melhor relação custo x benefício”, diz Ricardo Caponero, oncologista clínico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Sobre a Amgen

A Amgen tem o compromisso de desvendar o potencial da biologia para pacientes que sofrem de doenças graves por meio da descoberta, desenvolvimento, fabricação e concretização de terapias humanas inovadoras. Essa abordagem começa com o uso de ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender as bases da biologia humana

A Amgen está focada em áreas em que muitas necessidades médicas não são atendidas e faz uso de sua experiência para buscar soluções que melhorem os desfechos em saúde e que melhore muito a vida das pessoas. Pioneira em biotecnologia desde 1980, a Amgen cresceu e se tornou uma das empresas líderes em biotecnologia independente no mundo, atingiu milhões de pacientes pelo globo e está desenvolvendo um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário.

Para mais informações, visite www.amgen.com.br e siga-nos em https://pt.linkedin.com/company/amgen

Referências

  1. Marca depositada por Amgen, Inc.
  2. Anvisa, resolução-re nº 1.299, de 16 de maio de 2019.
  3. Marca registrada por Genentech, Inc.
  4. Ministério da saúde, portaria nº 19, de 25 de julho de 2012.
  5. Ministério da saúde, portaria nº 29, de 2 de agosto de 2017.
  6. 2018-2019, Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer.
  7. 2015, Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer, diretrizes para a detecção precoce do câncer de mama no brasil.
  8. Tribunal de contas da união, acórdão no 1944/2019.